terça-feira, 28 de julho de 2015

DENGUE,  INSETOS E ANIMAIS PEÇONHENTOS É TEMA DE PALESTRA NA ESCOLA GERMANO ANDRÉ LUBE

A dengue é hoje uma das doenças com maior incidência no Brasil e uma das preocupações do Ministério da Saúde e nesse cenário torna-se importante a realização de ações para a prevenção dessa doença, de modo que se identifique e trate precocemente os casos, afim de evitar ocorrências das formas mais graves e principalmente óbitos. 
Em parceria com esta iniciativa a secretaria municipal de saúde, de Serra  proferiu Palestras na escola Germano André Lube, no turno vespertino para as turmas do ensino fundamental do 5º ao 9º ano e disponibilizou cartazes,  mostrando o desenvolvimento do Aedes aegypti, além de uma exposição com animais peçonhentos.  Os agentes de Saúde fizeram Palestras para esclarecer todas as dúvidas dos alunos e alertar quanto a prevenção que deve ser diária.   A exposição encantou os estudantes.
“O combate ao mosquito transmissor tem que fazer parte do nosso dia-a-dia, não podemos relaxar. Os ovos do Aedes aegypti podem continuar vivos por mais de um ano, por isso a limpeza dos quintais é tão importante”, comenta a agente de saúde.
Com os materiais disponibilizados pelos agentes os alunos da 6ª série V03 e da 7ªV02 foram à feira que acontece no entorno da Escola todas as quartas-feiras e fizeram panfletagem para conscientizar a comunidade local sobre o mosquito transmissor da Dengue e  animais peçonhentos que podem achar morada nos locais adequados para a sua reprodução.
















CONSCIENTIZAÇÃO É FUNDAMENTAL!


A conscientização é o primeiro passo para melhorar a questão ambiental. Entendemos ambiente como todo o espaço preenchido em que estamos inseridos. Assim, há uma necessidade urgente na preservação deste espaço e uma responsabilidade imperiosa por parte de todos em ações que tragam benefícios ao espaço que nos pertence.

A turma do 3º Ano M03, coordenada pela professora Maria Stela Fossi, desenvolveu o subprojeto “Conscientização é fundamental! – A dengue.”, envolvendo ações no Projeto “Martim Pescador”, onde foram trabalhadas questões voltadas para a importância da limpeza do ambiente, pesquisas sobre a porcentagem de mortalidade e afetados pela dengue registrados pela Secretaria de Saúde do município de Serra - ES, o ciclo reprodutivo do mosquito, o ambiente favorável à reprodução, ações práticas de limpeza do espaço vivido, reaproveitamento do que é descartável em ações voltadas para a sustentabilidade. 





















segunda-feira, 27 de julho de 2015

"HORTA INCLUSIVA" - UM PROJETO MUITO ESPECIAL

A educação está altamente atrelada às atitudes sociais, sendo que a escola é tida como base para a formação do indivíduo consciente e responsável. Portanto, a educação sustentável pode gerar cidadãos preocupados com problemas ambientais e com suas soluções.
O projeto “HORTA INCLUSIVA,”, subprojeto do Projeto “Martim Pescador” apresenta metas detalhadas em indicadores sociais inspirado na busca por solução social e criativa fora da sala de aula, que apontam para as ações em áreas prioritárias para a superação do preconceito e da aprendizagem.
A partir da implantação do projeto “HORTA INCLUSIVA” de educação inovadora, realizado com os alunos da Educação Especial e alunos da turma do 4º Ano 04, do turno matutino, sob orientação da professora Penha Figesk em parceria com a professora Regina Helena Abreu, a escola trabalha com os alunos em outro ponto de vista, novas metodologias buscando uma aprendizagem diferenciada para o alcance de melhores resultados em seu cotidiano escolar, vivenciando ações práticas que geram aprendizagem significativa.